domingo, 22 de junho de 2014

Smile... feliz!


Escrevo pra quem lê, mas escrevo, especialmente pra mim. Sempre escrevi, mas nunca fui lida. Estou cada vez mais, enxergando-me quando me olho, me encontrando quando me busco. Não é fácil de chegarmos a este ponto. É sofrido, é longo, cansa...

Traduzi-me tantas vezes em forma de poesia. A poesia que escrevia na forma que achava que era certa, mas já nem sei. Não busquei saber se era realmente a forma certa de postar os versos e torna-los poesia.

Agora, sinto que existe uma necessidade real de expressar o meu eu. E antes, não me encontrava, buscava-me e me perdia em palavras.

Mas sempre fui eu, era eu, sempre...! E  estou aqui, agora, mais do que nunca.

:)


Nenhum comentário:

Postar um comentário